Você está em: Notícias»Vereadores rejeitam proposta de programa voltado ao meio ambiente e à saúde animal

Vereadores rejeitam proposta de programa voltado ao meio ambiente e à saúde animal

Vereadores rejeitam proposta de programa voltado ao meio ambiente e à saúde animal
Proposta de programa “São Lourenço do Oeste de Bem com a Natureza” é rejeitada na Câmara de Vereadores. De autoria do vereador Silvian Hentz (PT), o Projeto de Lei 64/2021 recebeu pareceres favoráveis das comissões de Legislação e Educação, mas na votação do plenário, quinta-feira (16), foi barrado pela maioria (6x2). A votação foi marcada pela mudança de orientação dos relatores das duas comissões, Rennã Fedrigo (MDB) e Marlice Perazoli (MDB). Além do autor, apenas Adílio Carubin (PSDB) votou favorável. Por ordem regimental, o presidente Adilson Sperança (PL) não participou. De acordo com o autor do projeto de lei, o programa serviria para “dar maior visibilidade a temas ligados ao meio ambiente e à saúde animal, e destacar as interligações entre esta e a saúde humana, criando nos alunos da rede municipal um senso de responsabilidade”. Entre as atividades previstas, estariam a inserção do tema nos programas da Secretaria Municipal de Educação de São Lourenço do Oeste, a inserção da abordagem sobre reciclagem, guarda responsável e zoonoses em temas transversais nas escolas municipais, e ainda a facilitação do alcance dos objetivos propostos. Na declaração de voto, Rennã Fedrigo (MDB) disse que após a emissão dos pareceres das Comissões ao projeto, ele e alguns vereadores foram orientados pela assessoria jurídica do Executivo de que o projeto geraria aumento de despesa. Pela Secretaria de Educação, também receberam a informação de que as ações propostas no projeto já acontecem na rede, em projetos externos, citando o “Educação em Tempo Integral”. “Para a gente instituir um projeto com tema transversal na Secretaria Municipal de Educação, a gente necessitaria mudar a grade curricular, que, senão, Vereador, o projeto aprovado só seria um projeto, não teria feito prático”, disse Fedrigo, sugerindo que o autor reelabore a proposta e converse com o Executivo. Em resposta, Hentz manifestou descontentamento com o trabalho do relator do projeto na Comissão de Legislação: “Espero que da próxima vez o relator, na hora do relatório, fazendo o parecer, leia um pouco melhor. Talvez não tenha dado tempo, em todo esse tempo, de ler o projeto, de duas páginas”, disse.


© 2022 - Desenvolvido por Lancer