Você está em: Notícias»Câmara aprova criação do Programa Executivo Mirim no município

Câmara aprova criação do Programa Executivo Mirim no município

Câmara aprova criação do Programa Executivo Mirim no município
Proposta que institui o Programa Executivo Mirim no município de São Lourenço do Oeste foi aprovada pela Câmara de Vereadores na sessão de segunda-feira (26). Conforme o Projeto de Lei 5/2018, do Executivo, o programa terá caráter educacional, informativo e instrutivo, com o objetivo de promover a interação entre o Executivo Municipal e a Escola, permitindo aos estudantes a vivência do processo democrático, de práticas de cidadania, e participação e acompanhamento das atividades do Poder Executivo Municipal. O Executivo Mirim será composto por prefeito, vice-prefeito, sete secretários municipais, e presidentes das autarquias Comitê Desportivo Municipal (CDM) e Instituto Cultural São Lourenço (ICSL). Na discussão da matéria, a relatora do projeto da comissão de Constituição, Loreci Smaniotto de Oliveira (PSDB) resumiu a dinâmica do programa: “irá funcionar como funciona o Executivo, eles adquirirão conhecimento nas autarquias e secretarias e periodicamente terão um dia para acompanhar os trabalhos, onde o prefeito mirim irá acompanhar o prefeito, o vice-prefeito mirim irá acompanhar as funções do vice-prefeito, e assim nas autarquias e secretarias”. A proposta foi enaltecida pelos líderes. O vereador Anilson Spricigo, pelo PP, disse que o programa representa uma escola para a juventude. Parabenizou a Câmara. “É mais um desafio que a Câmara está assumindo, assim como assumiram com a Câmara Mirim (Parlamento Jovem), esta que já é exemplo em todo o Estado”, avaliou. Para Ledeni Pieta, do PTB, este projeto é muito importante para mudar a imagem da política. “Nesses jovens a gente com certeza vai mostrar que a política é necessária, que ela é boa e que com responsabilidade é possível fazer sim”. Já para a vereadora Marlice Perazoli, do PMDB, o programa é importante porque vai representar os nossos adolescentes nas comunidades na escola, agora não só no Legislativo, mas também no Executivo. Conforme informações do secretário executivo da Câmara, Éderson Hermann, colaborador da proposta, a intenção é colocar em prática o programa a partir de março, para que as eleições sejam realizadas no mesmo momento para a Câmara Mirim e o Executivo Mirim, que acontecerão entre os meses de abril e maio.


© 2018 - Desenvolvido por Lancer